+55 41 3223-7708 | 98739-8371

Postado 22 de dezembro de 2020

Colheita – por Malu Prado

Rua Treze de Maio esquina com Trajano Reis.

Me deixe falar

Das coisas daqui,

Não das de lá.

Quero comer pinhão

Catado pelo chão

Do meu Paraná.

Localização:

Rua Treze de Maio esquina com Trajano Reis.

Sobre o autor(a):

Malú Prado é poetisa, fotógrafa e artísta plástica. Nasceu em Ilópolis Rio Grande do Sul. Com 15 anos sua família migrou para o Paraná, fixando residência em Pato Branco. No ano de 1979 mudou para Curitiba. Foi funcionária pública municipal até o ano de 2018.

Sobre o poema:

Apaixonada pela natureza e a imponência da araucária encontrou na poesia a maneira de homenagear o fruto que ela produz. O contraste do pinheiro com os edifícios na floresta de concreto encanta quem passa pelo Largo da Ordem. Me considero Paranaúcha por estar residindo mais tempo aqui do que lá.

Desenvolvido por